segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Pirataria

Música do dia: Suzi Kim - Edge of Soul (Soul Edge Opening)

A semana começou com protesto contra a pirataria em todo o país. Cidades como Vitória, capital do Espírito Santo, tiveram hoje nas ruas, donos de locadoras alertando a população contra a comercialização de produtos ilegais. São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Recife também entraram na onda.
Alguns estados foram auxiliados pela UBV (União Brasileira de Vídeo) na compra de materias para divulgação.
(fonte: Gazeta Online)

Não confio muito nos resultados de protestos mas estaria presente em algum desses, caso viesse a acontecer em Londrina. Mas não em simples "conscientizações" pelo calçadão, mas em algo que exigisse das autoridades responsáveis, alguma ação.
Se nem o filme "Tropa de Elite" foi suficiente para fazer com que a população entendesse, o que seria capaz? Brasileiro vê filme e acredita em tudo. Viu Carandirú (aquele filme boçal) e teve dó dos bandidos. Viu Tropa de Elite e admira o BOPE. De que adianta assistir um filme e só captar a parte insignificante do mesmo? O pessoal não cansa de ficar repetindo as mesmas piadas com falas do filme (e o fazem como se fosse a primeira vez, como se sempre tivesse graça), e esse pessoal é o mesmo que vai à tarde comprar filme pirata no camelô. Bando de idiotas! Se tivessem o mínimo de capacidade de raciocínio, perceberiam o quanto o filme aborda os prejuízos da pirataria para a economia do país; ou então, se são a favor dessa criminalidade, deveriam ter odiado o filme... mas o pessoal adorou porque falam palavrões e tem cenas engraçadas.. tapados.
Será que o cinema terá de fazer algo mais explicíto para colocar na cabeça dessa cambada de jumentos que pirataria é crime? Ah! O DVD original é caro? E não é por esta razão que as locadoras existem?! É mais fácil comprar "treis por déis" no camelô a locar um filme dentro das leis?! Os poucos reais que irá lucrar e o fato de ter para você aquele dvd branco escrito à caneta compensam todo o desemprego conseqüente no país?! O seu egoísmo é tanto que você prefere economizar umas míseras notas a se preocupar com pessoas que precisam de seus empregos para viver?! Com a quantidade de empregos que irão morrer para dar lugar aos empregos informais dessa malta de vagabundos que sustentam seu egoísmo?!
Já disse e irei repetir: Não há diferença alguma entre comprar produto pirata e comprar drogas. NENHUMA!

Isso me revolta um bocado. E já que citei novamente "Tropa de Elite", fica aí embaixo um vídeo que parece combinado, mas não deixa de ser engraçado. É sobre um esporro num camelô ao tentar vender filme ilegal para Caio Junqueira.


2 comentários:

tammy disse...

uhaieha que video engraçado xD
pirataria é uma assunto medonho
se quem trabalha na locadora perde dinheiro, os camelos tbm xD
mas acho que pra a pirataria ser realmente ablida antes precisa ser masi favoraveis os preços de originais, pq brasileiro prefere comodidade, nunca a pirataria acabará se o brasileiro nao sair na melhor fazendo o certo ;p
até pra quem vende é mais comodo ser um camelo que ir atras de um emprego melhor , no caso, numa locadora, melhor talvez em questoes de ambiente, pq esses carinhas devem faturar bastantinho com os dvds e cds piratas.
amo o senhor :*

.Krawülskii. disse...

Toda essa questão do filme pirata, em especial do 'Tropa de Elite' foi um ataque da população contra ela mesma. É bom relembrar que para o filme 'Tropa de Elite' ser feito, foi usado dinheiro público. Se todos que viram no dvd pirata tivessem visto no cinema, o lucro voltaria para o próprio país. Mas não, a perda foi de quem comprou no camelô, haha, justamento pelo egocentrismo que flui no povo burro. Além do mais, os que compraram no camelô provavelmente são os mesmos que recebem bolsa-miséria, mas aí já é outra história :'D